Biografia

Ricardo J. Martins nasce em Faro a 3 de Fevereiro de 1984.

Desde sempre influenciado por vários géneros musicais encontrou na Guitarra Portuguesa a forma de exprimir os seus sentimentos sonoros.
Desde a primeira audição de temas de Carlos Paredes que o som deste instrumento lhe mostrou o caminho musical a seguir.

Embora maioritariamente se dedique a acompanhar Fado, vê na Guitarra Portuguesa uma enorme capacidade como instrumento solista, tocando, tanto a Guitarra de Lisboa como a Guitarra de Coimbra.

Gravou no ano de 2014 o seu primeiro disco de Guitarra Portuguesa instrumental denominado apenas “Ricardo J. Martins”, essencialmente de adaptações de temas fora do ambiente musical da Guitarra Portuguesa e versões de temas típicos do instrumento com arranjos próprios . Deste disco destaca-se o tema original e single “Danças na Eira”.

Constantemente em busca de novos caminhos para o instrumento, compondo e tocando, mas sempre sem esquecer as raízes editou em 2017 o disco sucessor de nome “Danças e Lamentos”.

Este trabalho conta com várias participações especiais de músicos e instrumentos fora do Fado, como é o caso da flauta de bisel, acordeão, voz lírica e percussões, bem com vivências musicais diferentes, dando a este trabalho um cunho pessoal único que vai desde a música tradicional portuguesa até à música clássica.

No seu percurso musical apresentou a sua música nos mais diferentes países: Portugal, Espanha, França, Bélgica, Holanda, Luxemburgo, Sérvia, Inglaterra, Alemanha e Cabo Verde.

Teve o privilégio de tocar com grandes nomes do nosso panorama musical como é o caso de Viviane (Entre Aspas), Marco Rodrigues, Filipa Cardoso, Ana Sofia Varela, Ilda Maria e Pedro Jóia.

2018

Melhor Música
Instrumental

“Corre Corre Corridinho”